fbpx
mapa de stakeholders

Mapa de stakeholders: o que é e como aplicar na sua empresa?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Muitas empresas defendem uma estrutura organizacional menos hierárquica, os desenvolvedores de produtos se sentem mais capacitados para inovar e promover mudanças, mesmo que não ocupem cargos seniores.

Essa mudança gera muitas mudanças positivas, mas também significa que a comunicação e o alinhamento são ainda mais importantes para garantir que seu projeto não seja bloqueado por um importante tomador de decisões.

Uma das melhores maneiras de garantir a adesão de todos os principais participantes é a análise e o mapeamento das partes interessadas.

Criamos um guia passo a passo para ajudá-lo a navegar neste processo e garantir que seus projetos e produtos tenham suporte em sua organização para que você possa causar um impacto real.

Anna escreveu sobre design de experiência, desenvolvimento de produtos e facilitação de workshops. Ela trabalha em equipes distribuídas há três anos e é apaixonada por ajudar essas equipes a terem sucesso.

O que é o mapa de stakeholders?

O mapa de stakeholders é um processo visual de apresentação de todas as partes interessadas de um produto, projeto ou ideia em um mapa mental.

O principal benefício de um mapa das partes interessadas é obter uma representação visual de todas as pessoas que podem influenciar o seu projeto e como elas estão conectadas.

Geralmente, as pessoas confundem stakeholders com acionistas, no entanto, por mais que os acionistas tenham parte de uma empresa aberta (por meio de ações) e estejam interessados ​​no desempenho da empresa, isso não significa que devam ser stakeholders de cada projeto ou produto lançado pela empresa.

As partes interessadas podem trabalhar em outro nível e também costumam estar interessadas no desempenho do projeto ou produto, não apenas porque isso afeta o desempenho das ações da empresa.

Como saber que você precisa criar um mapa de stakeholders na sua empresa?

#01: Na construção de um produto

Ao construir um novo produto do zero, você precisará conhecer as partes interessadas de diferentes grupos.

O número e as funções das partes interessadas podem variar dependendo do tipo de produto no qual você está trabalhando.

Este é um exemplo de possíveis stakeholders:

  • Clientes/Usuários: Conhecer o seu público é fundamental para criar um produto que as pessoas vão adorar. Pense nos grupos de pessoas que você está servindo e em suas necessidades;
  • Indústrias/Mercado: Você não pode ignorar o que está acontecendo em seu campo, portanto, fazer um brainstorming de concorrentes em potencial, delinear as regulamentações do mercado e anotar as principais tendências pode ser muito útil;
  • Fornecedores: Para determinados produtos (e principalmente para plataformas digitais como Airbnb, Uber, BlaBlaCar e outras), gerar uma oferta de determinados serviços é tão importante quanto criar demanda. Se você está construindo uma plataforma, pense quais são os principais fornecedores e como você pode ‘subsidiar’ um lado da equação de oferta / demanda, se necessário;
  • Investidores: Se o seu produto precisa de investimentos substanciais, você pode incluir empresas de capital de risco como principais interessados, pois elas terão o poder de influenciar o futuro do seu produto.

#02: Ao entrar em um novo mercado

Se você está tentando penetrar em um novo mercado com seu produto, também precisará designar alguns grupos de partes interessadas:

  • Novos clientes: Tente se perguntar quais são as necessidades de quem ainda não ouviu falar do seu produto. Existe algum subgrupo neste grupo?;
  • Clientes antigos: Quais públicos são essenciais para seu crescimento sustentável? Adicioná-los ao seu mapa e entender seus desafios é a chave para o sucesso do seu produto;
  • Novos varejistas: Quem são os principais stakeholders externos do seu projeto? Esteja você criando um produto físico ou digital, você precisa de parcerias fortes para alcançar novos públicos.

#03: Quando iniciar um novo projeto

Iniciar um novo projeto também exigirá partes interessadas internamente. Este um exemplo de uma lista de partes interessadas:

  • Gestor do projeto;
  • Desenvolvedor;
  • Designer;
  • CEO / executivo.

Quatro benefícios do mapa de stakeholders

O mapeamento das partes interessadas permite que você identifique os principais participantes que influenciarão seu projeto e seu sucesso.

#01: Descubra quem tem mais influência

Ao construir um mapa das partes interessadas, você pode ver facilmente quem terá o nível de influência mais alto sobre um projeto, se é o CEO ou um gerente de projeto.

#02: Concentre-se naqueles que mais se beneficiam

Os mapas das partes interessadas o ajudam a ver quem se beneficiará mais com o produto final, para que você possa se concentrar no marketing para essa pessoa, tanto para vendas quanto para recursos.

#03: Veja onde os recursos são mais abundantes

Frequentemente, ao construir um mapa das partes interessadas, você verá quem tem restrições ao projeto e quem tem mais recursos, portanto, internamente, você pode colocar as pessoas certas em sua equipe.

#04: Tenha um plano

No geral, um mapa das partes interessadas dá uma boa ideia de quem você está tentando satisfazer ao construir este produto / projeto.

Quatro etapas para construir o seu mapa de stakeholders

Aqui está como você constrói um mapa das partes interessadas:

#01: Comece fazendo um brainstorming

Comece identificando todas as partes interessadas em potencial – pessoas, grupos ou organizações afetadas por seu produto ou projeto, aqueles que têm influência sobre ele ou têm interesse ou preocupação com seu sucesso.

Anote seus nomes em um quadro branco ou em um espaço virtual compartilhado. 

Neste ponto, tente ser o mais granular possível – você sempre pode eliminar duplicatas ou aqueles que realmente não têm ‘aparência no jogo’ mais tarde.

#02: Faça uma categorização dos resultados do brainstorming

Agora é hora de agrupar os resultados do seu brainstorming. Existem partes interessadas que podem ser colocadas em uma categoria? Como você pode nomear esta categoria? Há algum tipo de parte interessada que você esqueceu? 

Para ter certeza de que você não se esqueceu de nenhum dos principais participantes, verifique a seção ‘Quando o mapa das partes interessadas é fundamental’ para ver exemplos dos tipos de partes interessadas que os diferentes projetos exigem.

#03: Priorize os principais stakeholders

Para criar um plano de comunicação, você deve priorizar os principais interessados ​​e certificar-se de começar a falar com eles no início do projeto.

Existem diferentes maneiras de priorizar as partes interessadas.

Você pode usar a matriz que compartilhamos acima ou pode pedir a sua equipe para votar para ver como o grupo define os jogadores principais.

#04. Elabore um plano para envolver os stakeholders

Depois que suas prioridades forem definidas, é importante elaborar um plano para envolver todos os principais interessados.

Não existe uma receita única que se adapte a todas as situações possíveis, mas aqui estão algumas práticas recomendadas que podem ajudá-lo a criar transparência e responsabilidade para seu projeto:

  • Você deve ter muita comunicação face a face com pessoas altamente interessadas e de alto poder. Construir a confiança com eles primeiro é fundamental para o seu projeto.
  • Se alguém se opõe ao projeto, você pode obter a adesão de alguém com o mesmo nível de poder primeiro e depois pedir a este último que persuadir o primeiro.
  • A comunicação precoce e frequente também é importante, porque as pessoas precisarão de tempo para pensar antes de tomar uma decisão.
  • Dê a cada parte interessada a quantidade certa de informações, dependendo de seu interesse. Algumas pessoas precisam apenas de um resumo executivo, enquanto outras vão querer se aprofundar.

Gostou deste artigo? Continue aprendendo novas ferramentas para a sua empresa e veja também a Matriz CSD e como ela pode ajudar a inovar e criar produtos incríveis na sua empresa. Boa leitura!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Umbora - Experiências Educacionais

Av. Washington Soares, 909 salas 83 A | B, Edson Queiroz, Fortaleza – CE

+55 (85) 3241.5759
+55 (85) 99237.2359

#umboranessa

© 2018 Umbora. Todos os direitos reservados. CNPJ: 27.212.739/0001-13