fbpx
Habilidades que o mercado procura

Como desenvolver as habilidades que o mercado procura

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

O mundo mudou. E você, mudou também ou continua o mesmo? Tantas transformações vão exigir muito de você, e é preciso se adaptar para acompanhar o ritmo das mudanças e não se tornar obsoleto. 

Pensando nisso, resolvemos juntar algumas dicas perfeitas para quem quer desenvolver suas habilidades e se preparar para as demandas do mercado de trabalho. 

Aqui você vai encontrar informações essenciais que você precisa saber desde já se quiser desenvolver as habilidades que o mercado procura e melhorar suas chances de sair na frente para se destacar profissionalmente.

O futuro do trabalho

A previsão de um estudo da Universidade de Oxford é que, nos próximos 20 anos, cerca de 47% dos empregos que existem hoje desaparecerão graças à automação. 

Novos empregos vão surgir, é claro, e eles serão os mais disputados. Segundo o Fórum Econômico Mundial, cerca de 65% dos alunos que cursam agora o ensino básico vão trabalhar em profissões que ainda nem existem. 

Nesse cenário, as habilidades comportamentais, chamadas de soft skills, serão cada vez mais valorizadas pelas empresas. 

Essas habilidades, intrinsecamente humanas, serão essenciais para se destacar no novo mercado de trabalho e o verdadeiro diferencial entre humanos e máquinas, já que robôs ainda não conseguem desenvolver habilidades comportamentais.

As 10 habilidades do futuro, segundo a ONU

Em 2015, o relatório do Fórum Econômico Mundial, da ONU, afirmava que até 2020 cerca de 35% das habilidades consideradas importantes na força de trabalho teriam mudado.

O documento também listava as 10 habilidades essenciais para os profissionais do futuro. Confira:

Flexibilidade cognitiva

Não podemos competir com as máquinas quando se trata de tarefas repetitivas e de alto volume, mas temos a vantagem da resiliência em lidar com situações novas. 

Os algoritmos costumam lidar com cenários já vistos antes, para compará-los e chegar a uma resposta racional baseada nos padrões, enquanto nós podemos deparar com uma situação desconhecida e solucioná-la rapidamente. 

Ter flexibilidade cognitiva para enxergar caminhos diversos e distintos será um grande diferencial. Pense fora da caixa!

Negociação

A negociação é algo inevitável quando falamos de relacionamento entre pessoas. Um relatório do Fórum Econômico Mundial destaca áreas como computação, matemática, artes e design entre as que mais vão exigir bons negociadores nos próximos anos. 

A habilidade de negociação é de extrema importância, pois é por meio dela que impasses e situações delicadas podem ser solucionadas de forma a reduzir o impacto nos envolvidos.

Orientação para servir

Muito se fala em empatia, o ato de colocar-se no lugar do outro e pensar como ele pensa, sentir como ele sente. Isso tem relação direta com a orientação para servir, já que é preciso

compreender os anseios do outro de maneira profunda para servir da melhor maneira possível e oferecer soluções mais assertivas. 

Julgamento e tomada de decisões

Os especialistas consideram os dados o recurso natural do século XXI. Um estudo da consultoria EMC prevê que, até 2030, cerca de 40 trilhões de gigabytes de dados serão gerados, sendo que 80% desses dados serão não estruturados: fotos, vídeos, mensagens de voz e texto, por exemplo. 

A interpretação desses dados e a tomada de decisão de como usá-los é algo fora da capacidade dos robôs, pois há conexões e análises que apenas o cérebro humano pode fazer e considerar.

Inteligência emocional

A gestão das emoções nunca foi tão importante em todos os âmbitos da sociedade como agora. Tem tudo a ver com autoconhecimento, resiliência, controle emocional e automotivação, por isso a inteligência emocional é de extrema relevância não só para líderes e gestores de áreas, mas para todas as pessoas.

Coordenação

Diz respeito a ter facilidade no trabalho em equipe, saber lidar com pessoas com diferentes personalidades e coordenar suas próprias ações com as ações do outro. A habilidade de coordenação tem tudo a ver com facilitação e colaboração.

Gestão de pessoas

Equipes motivadas, com boa produtividade e alto nível de maturidade são exemplos das consequências de uma gestão de pessoas adequada. 

A gestão de pessoas é uma habilidade de extrema importância para o desenvolvimento de pessoas e para o desempenho de qualquer negócio, pois isso tem muito impacto nos resultados das empresas.

Criatividade

A criatividade é a habilidade-chave para a inovação e a resolução de problemas. Antes, ela era cobrada apenas de setores ou cargos específicos, mas agora ser criativo é um requisito indispensável para todos os que querem se destacar no mundo corporativo.

Pensamento crítico

O pensamento crítico envolve utilizar raciocínio e lógica para questionar, identificar gaps e problemas e desenvolver soluções para os impasses. 

É preciso ser inconformado e inquieto para aprofundar determinadas questões, fazer as perguntas corretas e chegar a conclusões coerentes.

Resolução de problemas complexos

Os profissionais do futuro devem ser capazes de lidar com problemas que nunca enfrentaram antes. 

A resolução de problemas complexos é aprimorada com o desenvolvimento de outras habilidades, como o pensamento crítico, e com a busca constante por conhecimento e atualização.

5 dicas para se tornar o profissional do futuro

Leia muito

Livros, blogs, notícias, todo tipo de leitura é válida. Dentre as muitas vantagens de ser um leitor ávido, destacamos que você vai se manter sempre bem informado e ganhar bagagem, o que contribui nos momentos que exigem criatividade e na resolução de problemas.

Desenvolva suas soft skills

As habilidades comportamentais são mais difíceis de exercitar do que as competências técnicas (hard skills), por isso as empresas têm valorizado cada vez as aptidões mentais, sociais e emocionais.

Atualize-se

Participe de cursos livres, palestras, treinamentos e outros tipos de formação. Suas hard skills pedem atualização constante pra que você continue por dentro das novidades da sua área. 

Especialize-se, mas também invista em cursos de curta duração, com foco no mercado e muita prática. A internet também pode ser sua grande aliada: YouTube e cursos EAD têm conteúdos muito relevantes e totalmente acessíveis.

Faça networking

Ao participar de eventos e treinamentos, você tem a oportunidade de conhecer uma diversidade de pessoas de áreas, faixas etárias e realidades diferentes. 

Você poderá aprender muito ouvindo as histórias de outras pessoas e os laços criados podem ser muito importantes no futuro. Aproveite!

Conheça a si mesmo

Ninguém melhor para saber seus pontos fortes, seus gaps e suas metas pessoais e profissionais. O autoconhecimento vai ajudar a trilhar o caminho correto para ser quem você almeja.

A chave para sobreviver ao futuro do trabalho é entender que não dá para competir com as máquinas, mas é preciso dominar as atividades que os robôs não conseguem executar.

Simplesmente seja o mais humano que puder ser. Isso será sua maior vantagem.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

#curtaocaminho

Posts Recentes

Categorias

Quero receber novidades da Umbora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Umbora - Experiências Educacionais

Av. Washington Soares, 909 salas 83 A | B, Edson Queiroz, Fortaleza – CE

+55 (85) 3241.5759

+55 (85) 98114.3709

#umboranessa

© 2018 Umbora. Todos os direitos reservados. CNPJ: 27.212.739/0001-13