fbpx
Lego e branding na gestão de marcas

Metodologia LEGO SERIOUS PLAY na gestão de marca

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Que você conhece o LEGO e já brincou muito com ele quando era criança a gente sabe. Mas você já ouviu falar na metodologia LEGO SERIOUS PLAY (LSP)? NÃO? Então, vem cá.

Esse método já é utilizado nos maiores negócios do mundo e é um dos principais culpados em tornar vários times mais criativos e inovadores, em expandir a visão de negócio de colaboradores e gerar um maior entendimento do funcionamento de uma empresa, como processos, setores e muito mais.

A LSP promete desbloquear o potencial criativo dos participantes e vem sendo usada de muitos jeitos diferentes e para alcançar diversos objetivos, mas um dos usos que mais tem chamado a atenção é na gestão de marcas.

Juntar as peças de Lego com o branding tem mostrado resultados incríveis, e é sobre isso que vamos falar hoje!

LEGO SERIOUS PLAY explicada

O método LSP foi criado em 1996, pela própria LEGO®, que buscava uma forma mais envolvente de realizar seu planejamento estratégico.

Usando os próprios recursos de casa, eles desenvolveram um método que envolve usar as peças de montar para construir modelos que solucionam problemas complexos do negócio.

A fórmula da LSP logo fez sucesso e ganhou o mundo, por ser uma forma mais lúdica e informal de integrar colaboradores para um objetivo comum. Afinal, os bloquinhos de montar são muito menos intimidantes do que planilhas cheias de números e frameworks em branco esperando por dados.

Além disso, trabalhar com as peças derruba uma série de barreiras culturais, sociais, hierárquicas e educacionais. Os participantes não precisam ter cargos, habilidades ou conhecimentos específicos para colaborar.

Até os funcionários menos engajados ou mais tímidos são imunes ao poder do LEGO e, em momentos de brincadeira, dão contribuições valiosas sem nem perceber.

Um estudo realizado em 2018 pela RH Talent LMS revelou que mais de 80% dos 400 entrevistados sentem-se mais engajados e produtivos quando utilizam metodologias que envolvem gamificação.

A metodologia nasceu a partir das teorias do construtivismo e aborda outros conceitos como Flow, Storytelling, Teoria U, Janela de Johari, Future Thinking e muitos mais.

Durante uma sessão de LSP, os participantes constroem modelos que são respostas aos desafios propostos pelo facilitador. Os modelos funcionam como metáforas e representações em 3D do universo corporativo.

Metodologia LEGO SERIOUS PLAY apliada à gestão de marcas

Por meio da LSP, é possível tangibilizar o intangível. Pensamentos, ideias, conceitos, estratégias e até valores. E todos esses aspectos são muito importantes ao fazer o trabalho de gestão de marca.

Já vimos aqui que o branding é um processo que precisa ser planejado e organizado, e que um trabalho bem feito de gestão de marca vai muito além de ter um logotipo, um slogan e uma identidade visual bonita.

Para ter uma estratégia de branding, é preciso conhecer a fundo todos os aspectos de uma marca. É saber no que ela acredita, o que defende, quais são seus valores, seu propósito, sua razão de existir, como é sua voz e muitas outras peculiaridades. E uma sessão de LSP pode ser a melhor forma de descobrir tudo isso.

Apesar de o branding ter tudo a ver com a percepção que o seu cliente tem da sua empresa, esse cuidado deve começar dentro de casa.

Os valores da marca estão sendo colocados em prática no dia a dia corporativo? Seus colaboradores têm uma visão clara do seu negócio? Os aspectos da sua cultura (seja formal, seja informal) são percebidos da mesma forma por eles? As decisões são tomadas de forma coerente com a personalidade da organização?

Todas as definições e alinhamentos que são necessários ao gerir uma marca, como propósito, cultura, voz, essência, linguagem, personalidade, objetivos, identidade visual, como ela é, quer ser vista e lembrada… Tudo isso pode ser resolvido com a LSP.

Algumas aplicações da LSP que vão ajudar o trabalho de branding

  • Análise de mercado
  • Análise SWOT
  • Definição da proposta de valor
  • Desenho do propósito e da estratégia de negócio
  • Desenvolvimento de pessoas e alinhamento ao propósito
  • Mudanças de mindset e cultura organizacional
  • Reposicionamento de marca
  • Desenvolvimento de novos produtos e serviços
  • Geração de personas

Juntar seu time e permitir que ele construa sua marca em colaboração vai garantir um processo muito mais sólido e coerente.

Ao envolver sua equipe no processo de branding, ela poderá ter um melhor entendimento de todas as particularidades da marca, desde os aspectos internos até o que vai a público, explorando todas as possibilidades ao máximo e se preparando para elas internamente antes de externalizar.

Lembre-se de que os stakeholders são os maiores embaixadores da marca e os principais responsáveis pela forma como ela é vista pelos consumidores.

Uma sessão de LSP garante muitas surpresas (a maioria boa) sobre as visões que até então não haviam sido compartilhadas, pois incentiva novos insights e estimula que todos colaborem com a construção, criando tudo de forma coletiva.

Quer conhecer tudo sobre branding e ter uma experiência com a metodologia LEGO® SERIOUS PLAY®? Conheça os cursos GEMA – Gestão de Marcas e LEGO Resolution, da Umbora.

Venha aprender com a gente sobre essas duas super tendências de mercado e turbine seu negócio!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

#curtaocaminho

Posts Recentes

Categorias

Quero receber novidades da Umbora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Umbora - Experiências Educacionais

Av. Washington Soares, 909 salas 83 A | B, Edson Queiroz, Fortaleza – CE

+55 (85) 3241.5759

+55 (85) 98114.3709

#umboranessa

© 2018 Umbora. Todos os direitos reservados. CNPJ: 27.212.739/0001-13