fbpx
Como promover a criatividade e ideias inovadoras em sua equipe

Como promover a criatividade e ideias inovadoras em sua equipe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

As empresas só têm a ganhar com novas ideias para produtos, para desenvolver e refinar processos e para enfrentar desafios estratégicos e operacionais.

Por conta da complexidade e da volatilidade no cenário atual de negócios, a capacidade de desenvolver novas ideias criativas é mais importante do que nunca.

Todo gerente sabe que a inovação requer práticas bastante diferentes daquelas exigidas para o trabalho de rotina, mas muitas empresas ainda lutam para mudar de marcha ao se adaptar para a inovação.

Para inovar é necessário aumentar a diversidade de ideias em uma empresa. Como disse Thomas Edison sobre inventar: “Você precisa de uma boa imaginação e um monte de lixo”.

Em outras palavras, ideias promissoras podem vir do que parecem ser apenas lixo. Isso é verdade, não apenas para inventar novas tecnologias, produtos e compostos, mas também para melhorar os processos estabelecidos.

Continue lendo e veja como promover a criatividade e ideias inovadoras na sua equipe e criar produtos ou serviços incríveis.

Afinal, como criar um ambiente favorável ao surgimento de ideias inovadoras?

Aqui vão algumas sugestões que podem ajudar no processo:

#1: Esqueça o passado

O mundo muda, novas tecnologias e produtos são desenvolvidos e as preferências do consumidor acompanham essas mudanças.

Por isso toda empresa precisa deixar as coisas do passado no passado para se adaptar às novas necessidades e vontades dos clientes. Afinal, respostas antigas não são mais suficientes para perguntas atuais.

Uma forma de questionar as crenças é criar momentos especiais, reuniões e forças-tarefa em que as pessoas são encarregadas de caçar e eliminar as vacas sagradas.

As vacas sagradas são maneiras ruins de pensar e agir, que perderam sua utilidade, mas que as pessoas têm medo de mudar.

#2: Fique desconfortável

A inovação exige que as pessoas trabalhem em ideias que os deixam confusos. Afinal, desconforto é sinal de que o projeto é desconhecido ou arriscado.

É por isso que na Intel, a Mary Murphy-Hoye incentiva a sua equipe a se assustar, caso contrário, não estarão fazendo nada novo.

A tensão criativa é essencial para a execução de grandes estratégias de negócios.

#3: Trate tudo como uma condição temporária

Os princípios da rotina de trabalho refletem o pressuposto de que tudo é uma condição permanente.

Os princípios para o trabalho inovador refletem a suposição inversa. Ambos são ficções úteis.

Explorar o conhecimento antigo só faz sentido se o que funcionou continuar funcionando.

Os líderes de empresas inovadoras alertam constantemente que só porque as coisas estão funcionando bem agora não significa que funcionarão mais tarde. Sustentar a inovação requer tratar tudo, incluindo equipes, organizações, procedimentos e linhas de produtos, como temporário.

#4: Ignore os especialistas

No processo criativo, principalmente nos estágios iniciais, a ignorância é uma bênção. Pessoas que não sabem como as coisas deveriam ser não são cegadas pelas suas próprias crenças limitantes..

Eles podem ver coisas que os especialistas já rejeitaram antes ou coisas que eles nem chegaram a pensar.

Acredite, todo mundo tem preconceitos sobre o que faz sentido, mas às vezes é deixá-los de lado e focar naquilo que é absurdo ou inaceitável.

Isso pode ajudar equipes e empresas a reconhecerem quando as coisas comuns da sua rotina se tornaram santificadas e também começar a questionar as suas crenças mais fortes.

#5: Pense em algo ridículo e coloque em prática

Pensar em coisas estúpidas ajuda a trazer à tona o que as pessoas acreditam, mas têm dificuldade em falar sobre isso.

Ao contrário de falar apenas sobre ideias “inteligentes”, ele cria várias opções. Em outras palavras: ideias que parecem idiotas podem se tornar ideias incríveis.

Uma técnica útil é pedir para que os colaboradores façam uma lista de produtos, serviços e modelos de negócios que pareçam destrutivos e pouco práticos – e então imaginar que as ideias são inteligentes.

Essa técnica tem duas vantagens:

  • força as pessoas a expor e desafiar suposições que podem estar atrapalhando o desenvolvimento de grandes ideias;
  • e se surgir uma boa ideia que muitas pessoas acham estúpida, é provavelmente uma que os concorrentes não irão copiar em breve.

Aproveite para ler também: Design Fiction: como criar produtos e serviços inovadores com essa metodologia

#6: Faça mudanças nas suas equipes

As empresas precisam se energizar para buscar a inovação de forma eficaz. Isso pode ser feito de várias formas, como:

  • trazer trabalhadores que tenham ritmos diferentes para trabalharem juntos;
  • dividir equipes com problemas e formar novas;
  • ou ainda contratar, estrategicamente, pessoas teimosas também é uma ideia.

Para proporcionar as melhores mudanças, as empresas precisam de pessoas que não querem apenas decorar o código organizacional.

A maioria das empresas traz novos colaboradores que são semelhantes aos que já estão na organização, que aprendem as regras rapidamente e enxergam as coisas como os internos fazem. Isso só faz sentido se você quiser que as pessoas entrem na sua empresa para serem papagaios, que só imitam os outros.

No entanto, a inovação requer pessoas que vêem as coisas de forma diferente e não são facilmente submetidas à lavagem cerebral.

#7: Cuide do clima e ambiente de trabalho

Os métodos que uma empresa utiliza para despertar novas ideias e ações não são tão importantes quanto a forma como as pessoas se sentem a respeito do que fazem. Os psicólogos dizem que os sentimentos levam as pessoas a transformar as ideias em realidade.

A criatividade tem muito mais a ver com o que as pessoas sentem do que com o que pensam. A paixão é útil em qualquer empresa, mas ela é indispensável nas empresas inovadoras.

É muito importante ressaltar que as ideias apresentadas aqui não são verdades absolutas. Cada empresa é um ecossistema que possui suas próprias regras de interações.

Por isso, o que você tem que fazer é encontrar a maneira mais eficaz de fazer com que esse ecossistema produza ideias inovadoras.

Quer saber mais sobre isso? Leia também: Criatividade e inovação: quais são as diferenças e como estimular as duas ferramentas na sua vida e carreira? Boa leitura

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Umbora - Experiências Educacionais

Av. Washington Soares, 909 salas 83 A | B, Edson Queiroz, Fortaleza – CE

+55 (85) 3241.5759
+55 (85) 99139.0285

#umboranessa

© 2018 Umbora. Todos os direitos reservados. CNPJ: 27.212.739/0001-13